FORMAÇÃO

Enquanto Núcleo de aplicação da Biodanza SRT, interessa-nos proteger a coerência do sistema e fortalecer o vínculo entre facilitadores norteados por um corpo comum de afinidades.


SUPERVISÃO
Todos os alunos que concluam o Programa Único de Formação de Facilitadores iniciam depois um período de prática supervisionada. Esta é uma fase fundamental de estudo e aplicação rigorosa da metodologia, sendo também o momento em que o aluno começa a firmar a sua identidade de facilitador. Podemos oferecer um modelo de supervisão ajustado ao perfil do aluno, exclusivo e atento, que lhe permita viabilizar o seu projecto pessoal e formar um primeiro grupo regular de Biodanza.

didacta responsável: Susana Sarmento  


ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO
Os facilitadores titulados deparam-se muitas vezes com a ausência de um diálogo que os apoie na sua actividade. Surgem dúvidas metodológicas, questões de estagnação e progressão dentro do grupo, desejos de reciclagem ou actualização, sensação de isolamento. Podemos estabelecer um diálogo solidário, disponibilizando estratégias que fomentem a expressão autêntica do facilitador, a continuidade dos seus grupos e a concepção de projectos de raíz.

didacta responsável: Susana Sarmento